Arquivado em la Categoría » Projetos de arquitetura «

sexta-feira, agosto 19th, 2011 | Author:

Arte de projetar em arquitetura

Brasil na Itália.
A 10 Mostra Internacional de Arquitetura de Veneza, considerada a maior exposição de arquitetura do mundo, acontece entre 10 de setembro e 19 de novembro. Com o tema “As cidades: arquitetura e sociedade”, o evento discute a complexidade da vida nas megalópoles do século XXI, com 12 exemplos representativos, entre eles São Paulo. A participação brasileira mostra as transformações no espaço construído de São Paulo e aponta os aspectos históricos do surgimento da cidade, levando a uma análise do processo de industrialização como o principal fator que definiu o modo de ocupação atual da cidade.

Compartilhe no:
  • Orkut
sexta-feira, julho 29th, 2011 | Author:

Projeto luminotécnico

Espaços múltiplos.
Pequenas interferências na estrutura e um bom projeto luminotécnico tornaram os ambientes mais funcionais.
Este apartamento situado em uma re-gião nobre de Curitiba foi adequado ao estilo de vida do casal que, oficialmente, reside fora do país. O proprietário, um alto executivo, divide parte do mês entre o Brasil e o exterior. Sua esposa e três filhos já adolescentes, raramente vêm para cá. porém, quando chegam, não abrem mão do conforto de ficar na própria casa, cada um com seu espaço bem delimitado.
Responsável pela reforma do imóvel, Carla Kiss conta que outra necessidade do proprietário era de um espaço confortável para recepcionar os colegas de profissão em reuniões mais informais. Com base nisso, sugeriu algumas modificações na planta original, a partir da criação de uma ampla área social com nome theater, jantar, bar. churrasqueira e escritório integrados.
Outra questão primordial era 0 tipo de tratamento luminotécnico que seria dado a cada ambiente. Segundo a arquiteta, a iluminação não deveria servir como mero recurso decorativo, mas ser, sobretudo, funcional. “Apesar das áreas sociais fazerem parte de um único conjunto, cada ambiento tem uma necessidade de uso diferente”, justifica.

Compartilhe no:
  • Orkut
quarta-feira, julho 27th, 2011 | Author:

Modelos de projetos de casas

NA PARTE INFERIOR da casa, logo abaixo da última folha do leque (que aqui funciona como uma estratégica cobertura para quem está cansado de se bronzear), o arquiteto implantou uma piscina com raia única (25 x 2,5m), que corta quase que totalmente a extensão transversal do terreno. Sua borda infinita torna sua localização ainda mais vertiginosa. A grama esmeralda dá conforto térmico a seus usuários.

Compartilhe no:
  • Orkut
terça-feira, julho 26th, 2011 | Author:

Projetos de casas residenciais

A CASA FOI EDIFICADA em dois volumes bem diferentes, adaptando-se à linha do solo e obtendo o máximo de luminosidade e vistas panorâmicas. A estrutura envidraçada posterior também serve como apoio ao “leque”.

Compartilhe no:
  • Orkut
segunda-feira, julho 25th, 2011 | Author:

Projetos de casas modernas

A DIVISÃO DO PROJETO em volumes distintos conseguiu adaptar e conciliar a inclinação do terreno com a possibilidade de maior exploração do sol e dos cenários diversos que rodeiam a casa. À noite, o jogo de rampas e escadarias torna-se ainda mais explícito com a luz artificial.

Compartilhe no:
  • Orkut
sexta-feira, julho 22nd, 2011 | Author:

Projetos arquitetonicos casas

NO CAMINHO SUPERIOR, o fechamento é feito com pedras locais e painéis translúcidos (detalhe), que visam aumentar ao máximo a insolação da residência e torná-la naturalmente aquecida. O volume transforma-se então em uma espécie de estufa, que ainda tem o mérito de reunir todas as rampas e escadas de acesso a casa. Os elementos horizontais destas circulações ainda contribuem para a contenção do empuxo do terreno, que possui solo de má qualidade.

Compartilhe no:
  • Orkut
quinta-feira, julho 21st, 2011 | Author:

Projetos de casas de praia

DO LADO DA ENCOSTA, a construção abre-se em forma de leque em três patamares. Estes parecem flutuar sobre a paisagem, fundindo se ao azul do oceano ou do céu graças não apenas à estrutura, como também pelo seu revestimento em cobre envelhecido, já em tom esverdeado.

Compartilhe no:
  • Orkut
quarta-feira, julho 20th, 2011 | Author:

Projetos de casas de campo

O amplo terreno de 2.715 m2 é comprido e tem grande inclinação – cerca de 50 m dc desnível -, com queda para o sul, o que lhe propiciava pouca insolação. Ele tem saída para duas vias públicas: a parte superior alcança a estrada F-30, enquanto a inferior, uma ma tranqüila. A legislação local exigia que a moradia não ultrapassasse os 7,5 m acima do nível do chão, o que levou o arquiteto a construí-la o mais alto possível dentro do lote, próximo à estrada que corta sua extremidade noite, encravada em paralelo ao perfil do terreno.

Compartilhe no:
  • Orkut
sexta-feira, maio 13th, 2011 | Author:

Projetos de casas residenciais

1 Living 58,20 m2
2 Cozinha 5,50 m2
3 Lavanderia 3,60 m2
4 Lavabo 1,50 mz
5 Despensa 1,10m2
6 Estúdio 9,20 m2
7 Banheiro 2,90 m2
8 Quarto 9,50 m2
9 Quarto 9,50 m2

Compartilhe no:
  • Orkut
quinta-feira, maio 12th, 2011 | Author:

Projetos de casas modernas

CHALÉ ESTILIZADO PARA CLIMA DE MONTANHAS.
Uma forma arrojada e ao mesmo tempo simples definiu a construção deste chalé para região de clima frio. Assim, o teto abobadado se prolonga até o nível do terreno, cumprindo a função de parede, estrutura e telhado, numa concepção bastante estilizada das tradicionais casas de montanha. Esta solução contribuiu para a criação de espaços internos interessantes, distribuídos em dois pavimentos. No térreo ficaram as dependências sociais, formadas por um amplo living para três ambientes estar principal, estar lareira e sala de jantar, separada visualmente pela escada em caracol que conduz ao piso superior. A área da lareira, de formato chanfrado, foi localizada num pequeno desnível. A cozinha e a lavanderia, assim como o lavabo, ficam nos fundos da construção. Esta parte da casa é valorizada ainda pelo pé-direito duplo e pela dispôs ção estratégica das janelas que ocupam ângulos opostos, proporcionando uma luz muito agradável aos ambientes. O pavimento superior é formado pelo mezanino, sobre os dois núcleos de estar, e mais dois dormitórios servidos por um banheiro. Nos acabamentos foram selecionados materiais apropriados ao clima frio: salas e quartos assoalhados com tábuas largas envernizadas e áreas molhadas com piso cimentado e colorido na impermeabilização. As paredes são de argamassa pintada de branco e tanto a cozinha como o banheiro são de epóxi. Externamente a fachada mostra volumes de concreto, combinando com a chaminé da lareira em cimento amianto. A parede frontal da casa tem painéis de vidro colorido, dispostos de forma assimétrica, emoldurados por esquadrias da mesma madeira da porta principal.

Compartilhe no:
  • Orkut