Arquivado em la Categoría » Condominio casa grande «

segunda-feira, setembro 12th, 2011 | Author:

projetos de casas de luxo

O valor da escolha certa.
Para fazer prevalecer o orçamento estabelecido entre o cliente e o arquiteto ou engenheiro, a escolha dos acabamentos e equipamentos, cotados em pelo menos três lugares distintos e da equipe para executar a obra, devem ser estimados antes do início da construção ou reforma.
Porém, a melhor maneira de controlar o bolso se faz através da parceria afinada entre o proprietário e o profissional. “O item que geralmente eleva o custo da obra é o tipo de acabamento ou a preferência do cliente por uma determinada tecnologia, que podem gerar um acréscimo no orçamento de 30% somente com a instalação da fiação e preparação do local, sem contar com os equipamentos”, afirma Andréa.
Para fazer a escolha certa, a qualidade do material também deve ser questionada para que o revestimento não tenha que ser substituído em um curto prazo de tempo. Por isso, ao optar por um revestimento mais acessível, como a cerâmica, é fundamental.

Compartilhe no:
  • Orkut
domingo, setembro 11th, 2011 | Author:

Fachadas de condominios

COM ESPAÇO PARA RECEBER ATÉ 35 pessoas sentadas, a varanda reúne, em uma área de 75m2, toda a infra-estrutura de um espaço gourmet e a tecnologia de um home thea-ter: churrasqueira e forno pré-moldados, Halfague; fogão industrial; bancada; equipamentos de áudio e vídeo e um telão embutido no forro de gesso. Como a família utiliza o local praticamente diariamente, a arquiteta Valquíria Mendes projetou o ambiente ao lado da cozinha. “Para facilitar o dia-a-dia dos moradores, uma porta dá acesso rápido à geladeira e a outros equipamentos”, completa. Ao escolher os revestimentos, da Portobelo, para o piso, Valquíria optou por uma cerâmica antiderrapante. O acabamento com a aparência de tijolo, na verdade é uma pastilha cerâmica para facilitar a limpeza. A execução da obra é de José Dercí Contreiras.

Compartilhe no:
  • Orkut
sábado, setembro 10th, 2011 | Author:

Condominio de luxo

O CLIMA É DE NOSTALGIA no ambiente criado para reunir a família e os convidados em dia de festa. Integrado à cozinha, o espaço equipado apenas com churrasqueira mescla materiais quentes com características rústicas. “Para garantir o conforto termoacústico, utilizei tijolo e madeira de demolição nos fechamentos. Nos tampos optei por granito e no piso, cerâmica, da HR Piso, para facilitar a limpeza”, aponta o arquiteto Guto Biazetto, que assina o projeto. Com capacidade para acomodar dez pessoas, em uma área total de 30 m2, o local conta com uma ampla bancada, fixada na parede com mão francesa metálica e uma mesa, da Móveis Vendramin. As madeiras são da Madeirei-ra Santa Helena e Madeireira Schreiner com marcenaria da Benato e Mariane Ecoline.

Compartilhe no:
  • Orkut
sexta-feira, setembro 09th, 2011 | Author:

Fotos de casas em condominios

Outra opção é a dos empreendimentos imobiliários que trazem esta tendência como atrativo e complemento às opções de lazer em condomínios de casas e prédios que dispõem de áreas comuns.
Para a arquiteta Ana Paula, um lugar bem resolvido, com churrasqueira, bancada com pia e local para a preparação de alimentos, mesa para as refeições e sala de estar “ocupa uma área aproximada de 13 m2″, define.

Compartilhe no:
  • Orkut
quinta-feira, setembro 08th, 2011 | Author:

Dicas de reforma de casas

A área também será determinante na seleção dos equipamentos. Em um espaço de 4 m2 já se torna possível criar um ambiente confortável para a apreciação da gastronomia. “Vejo o espaço gourmet adaptável a qualquer área de lazer, pois atualmente existem facilidades tecnológicas de qualidade, como churrasqueiras e fornos pré-fabricados”, aponta a arquiteta Valquíria Mendes.
Portanto, quem vive em prédios também já pode começar a planejar seu espaço. Nesse caso, as medidas preventivas de segurança e instalação dos equipamentos devem ser ainda mais precisas para que não interfiram na estrutura dos apartamentos vizinhos.

Compartilhe no:
  • Orkut
quinta-feira, novembro 11th, 2010 | Author:

Decoração de exteriores de casas

O rebordo do telhado parcialmente coberto de telhas permite â casa aproveitar o sol ainda que preservando as zonas de sombra.
O percurso iniciático começa desde a entrada: um caminho curvo de pedras geométricas e cuidadosamente talhadas. Um biombo redondo como um escudo guarda o mistério da habitação.

Compartilhe no:
  • Orkut
domingo, julho 25th, 2010 | Author:

Jardins do Palácio das Laranjeiras

Cercado por jardins, lagos e esculturas de bronze art noveau, atualmente o palácio é usado para ocasiões distintas, já que o governador Sérgio Cabral e sua esposa preferiram continuar no endereço da família. “Entendemos que o palácio é um retrato de época que figura com todos os elementos de sofisticação vistos em castelos da Europa. Então, resolvemos que o melhor seria destiná-lo às solenidades e aos grandes eventos, enquanto o nosso lar se manteria inalterado, afinal, o cargo é transitório”, completa a primeira dama.

Compartilhe no:
  • Orkut
sábado, julho 24th, 2010 | Author:

decoração Palácio das Laranjeiras

E foi exatamente a familiaridade com os traços modernistas que permitiu ao lugar reabrir as portas para os poderosos da República. Não demorou até os novos hóspedes se acostumarem com o conforto e as delicadezas do Palácio. Por seus cômodos glamorosamente decorados, as lembranças listam passagens do presidente francês Charles de Gaulle, do norte-americano Hany Truman, e do último representante civil até o restabelecimento da democracia, em 1985, João Goulart.
Tanto encanto pode ser descrito através do projeto luxuoso, que mesmo quase centenário, se mantém intacto. Na entrada principal, o vestí-bulo tem piso de mosaicos, paredes revestidas de mármore rosa português, vitral de Champigneulle e painéis pintados por A.P. Nardac retratando os morros do Corcovado e Dona Marta, composição perfeita para contemplar a paixão carioca da atual primeira-dama do Rio, Adriana Anselmo Cabral. “Considero esse cantinho o meu preferido”, diz.
Mais adiante, os olhares recaem sobre os meda-lheiros boulle, réplicas dos encontrados em Versalhes. No contexto abrasileirado, nem mesmo o décor francês, com seus estilos Luís XV e Luís XVI, deixou de receber iluminação natural especialmente planejada. Na parte central da casa, os lambris de carvalho e as pinturas de G. Picard conferem à saleta de música uma atmosfera única, sob medida para dedilhar o piano de cauda Steinway, igualzinho ao que embalava os saraus da rainha franco-austriaca, Maria Antonieta.
Os Tons de verde do.fumoir revelam detalhes do piso de parquete belga, que se estende até a sala de jantar, onde os entalhes de nogueira escura sobressaem-se às curvas e contracurvas abertas no teto. Emoldurada por enormes janelas, a galeria Regência se debruça sobre iis comensais, sendo dividida por duas alas interligadas pelo gabinete de trabalho. Criada para ser um dos espaços mais acolhedores da edificação, com seu alto pé-direito e teto arqueado, a biblioteca perdeu a vista panorâmica sobre a Baía da Guanabara, hoje encoberta pelos prédios, porém, resguardou o ar nostálgico. Em meio às obras raras, a peça mais cobiçada do acervo das Laranjeiras é o Bureau du Roi, cópia do exemplar que pertenceu ao rei Luís XV, que foi, também, palco de um dos momentos mais tristes da política brasileira, a assinatura do AI-5, em tempos penosos de ditadura.

Compartilhe no:
  • Orkut
quarta-feira, julho 21st, 2010 | Author:

Palácio das Laranjeiras

Organizado internamente em três diferentes pavimentos, cada qual com uma função bem alinhavada, o Palácio das Laranjeiras faz jus à vizinhança de prédios assinados por Lúcio Costa. “Ainda renho recordações do período em que o Palácio era simplesmente a casa do meu avô. Era um lugar lindíssimo e me parecia gigantesco – pelo menos era essa a impressão quando ficávamos cu e a minha avó Branca (Ribeiro Guinle), que fazia muita questão da privacidade. As exceções aconteciam por imposição da minha mãe, que sempre gostou de receber os amigos, como a concertista Madalena Tagliaferro, que aproveitava para nos presentear com ótimos recitais”, diz a embaixatriz Teresa Castello Branco, que passou a infância no Palácio. Comprado pelo governo federal em 1947 para abrigar visitantes ilustres, foi devido ao suicídio de Getúlio Vargas, no Catete, que seu sucessor, Juscelino Kubilschek, transferiu a residência oficial para lá – pelo menos até a inauguração de Brasília, em 1960.

Compartilhe no:
  • Orkut
terça-feira, julho 20th, 2010 | Author:

Palacio no alto da colina

NO ALTO DA COLINA, A IMPONÊNCIA DO CASAKÃO arquitetado por armando Carlos da Silva Telles para o então proprietário Eduardo Guinle, parece ter parado no tempo. É ali, recortando a paisagem fluminense, cravado no meio das Laranjeiras, entre o Catete e a Glória, bem perto do Cosme Velho e do Flamengo, que a antiga chácara desponta com os esboços clássicos inspirados no Cassino de Monte Cario.
Cortina do passado. A esquerda, a varanda se coloca como extensão do hall. Abaixo, bustos de mármore circundam toda a extensão da construção.

Compartilhe no:
  • Orkut